Home Declarações Quaresma pega na medalha e faz dedicatória especial
Quaresma pega na medalha e faz dedicatória especial

Quaresma pega na medalha e faz dedicatória especial

0
0

Quaresma dedicou a medalha de bronze da Taça das Confederações a Sérgio, que conhecia desde miúdo do Bairro da Fonte Perra, em Sacavém, à sua família e a todos os que morreram no incêndio de Pedrógão Grande.

Pouco tempo depois de ter terminado o Portugal-México (2-1) da meia-final da Taça das Confederações, Ricardo Quaresma publicou no seu blogue um texto de agradecimento aos portugueses pelo apoio manifestado, mas também uma dedicatória especial.

“O Sérgio, tal como eu, saltou muitas vezes a vedação da escola do Covo, no Bairro da Fonte [Perra] em Sacavém, a nossa vontade de jogar futebol era mais forte do que qualquer rede. O Sérgio, Kostadinov como era chamado, era dos mais talentosos, portista ferrenho e sem medo de jogar bonito no alcatrão duro”, escreveu.

“Acho que ninguém merece, nem nos seus piores pesadelos ter um final tão triste. O Sérgio, a Lígia, a Bianca de quatro anos e o Martim de dois, toda uma família vítimas do incêndio de Pedrógão. As minhas orações estão com eles e com as suas famílias. Sérgio, esta medalha é dedicada a ti e aos teus e a todas as famílias que sofreram nesta tragédia”, acrescentou Ricardo Quaresma.

O extremo do Besiktas também agradeceu o apoio dos portugueses, garantindo que a Seleção Nacional fez o seu melhor. “É certo que não chegou, mas não voltamos para casa de mãos a abanar e vamos continuar a trabalhar para dar mais alegrias aos Portugueses”, afirmou.

A terminou, Quaresma juntou-se à homenagem que o Bairro da Perra, em Sacavém, fez a Sérgio, com a pintura de um mural. “Para que ele nunca deixe de sorrir no bairro onde foi feliz”, escreveu Quaresma.

Sou Portista